CNA defende veto ao projeto que inviabiliza exportação de gado vivo pelo Porto de Santos.

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, encaminhou um ofício ao prefeito de Santos (SP), Paulo Alexandre Barbosa, alertando para as consequências negativas em relação à proibição do transporte de cargas vivas pelo Porto de Santos, localizado no município de Santos (SP). De acordo com a entidade, o projeto que inviabiliza os embarques seria uma barreira às exportações de animais vivos.

Santos tem o maior porto do País e é ponto de embarque de rebanho bovino vivo brasileiro para outros países. De acordo com informações divulgadas pela CNA, o texto foi aprovado pelos vereadores e aguarda sanção do prefeito. No ofício, o presidente da CNA justifica que a exportação de animais vivos, especialmente os bovinos, é uma atividade mundialmente consolidada e representa um canal de escoamento da produção, além de contribuir para melhorar a rentabilidade do produtor, para a geração de empregos e para a balança comercial brasileira.

Fonte: Farming Brasil

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *